Terça-feira, 10.08.10
Tauromaquia de Coruche (Núcleo Tauromáquico)

tópicos / topics: , , ,

publicado por Carlos Palmeiro às 08:18 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Sexta-feira, 23.04.10

No âmbito das comemorações do Ano Internacional da Biodiversidade, a Casa Cordovil da Universidade de Évora recebe, entre os dias 19 e 30 de Abril, uma Exposição de Fotografia da autoria de Dinis Cortes, que retrata a diversidade da fauna, flora e habitats de Portugal Continental.



publicado por Carlos Palmeiro às 23:11 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Domingo, 18.04.10

Exposição: Mystic Diver - Catarina Dias



publicado por Carlos Palmeiro às 15:11 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Sábado, 13.03.10

Lisboa tem histórias

 

Visite Até 31 de Março a exposição organizada no âmbito da campanha Lisboa tem Histórias. O Museu é a cidade e está na cidade. Vivências, histórias e costumes protagonizados por figuras míticas, anónimas ou pouco conhecidas, constituem um significativo contributo para a história de Lisboa. De diferentes épocas, os personagens agora apresentados foram seleccionados pelas suas características peculiares, singularidades ou tipo de profissão que exerceram. A entrada é livre.
Mais informações aqui.

tópicos / topics: , ,

publicado por Carlos Palmeiro às 22:17 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Sábado, 27.02.10

Elevador da Lavra

Elevador da Lavra: De perfil, para a fotografia (Lifecooler)

Os quatro elevadores da cidade - Bica, Santa Justa, Lavra e Glória – recebem criadores contemporâneos, respectivamente, intervenções de Alexandre Farto, Susana Mendes Silva, Vasco Araújo e Susana Anágua. Até 30 de Junho. 
Agora ao utilizar os elevadores e ascensores da cidade de Lisboa, os passageiros vão poder ver mais. Se passarem pela Bica vêem a própria calçada íngreme reflectida no ascensor - Alexandre Farto (n.1987, Lisboa) revestiu toda a superfície normalmente amarela de uma película "espelho" ("Espectro" é o título da obra). Ao subir o conhecido Elevador de Santa Justa podemos ler nas janelas o convite à interacção de Susana Mendes Silva (n.1972, Lisboa) - traduzido em muitas línguas para que todos os turistas possam participar também na recolha de imagens e experiências (num blog criado pela autora).
No ascensor da Glória a experiência é exterior. Susana Anágua (n.1976, Torres Vedras) colocou lentes no topo da calçada que reforçam o exercício mecânico da troca de forças entre os dois ascensores. Vasco Araújo (n.1975, Lisboa) criou um local de reflexão - placas verdes de borracha com frases estão colocadas pelos bancos do ascensor do Lavra. Os passageiros podem sentar-se em cima da obra mas também, e principalmente, ler e reflectir acerca do tema da viagem nas diversas citações, escritas pelo próprio artista mas também por autores como Cesare Pavese, Fernando Pessoa ou Samuel Beckett.
Encontre aqui informações sobre os elevadores da cidade de Lisboa (Lifecooler).
Fonte: Jornal Público


publicado por Carlos Palmeiro às 10:38 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Terça-feira, 23.02.10

Presidentes de Portugal

O Município de Coruche alia-se às comemorações nacionais do Centenário da Implementação da República em Portugal. A abertura de um ciclo de iniciativas inaugura-se com a exposição “Os Presidentes de Portugal”, exposição cedida pelo Museu da Presidência da República, que será inaugurada no dia 27 de Fevereiro e estará patente até o dia 27 de Março em Coruche.

tópicos / topics: , ,

publicado por Carlos Palmeiro às 22:19 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Domingo, 21.02.10

Uma exposição internacional dedicada ao tema da pintura de Natureza-morta na Europa – a primeira do género a realizar-se em Portugal - e que será apresentada em duas partes. A primeira, a realizar entre 12 de Fevereiro e 2 de Maio, será constituída por 71 pinturas dos séculos XVII e XVIII. A produção dos séculos XIX e XX será exibida mais tarde, entre 20 de Outubro de 2011 e 8 de Janeiro de 2012. 
A exposição pretende explorar os temas recorrentes da natureza-morta ao longo de quatro séculos de história: naturezas-mortas com frutos, caça, cozinhas e mesas de banquete, pintura de flores, instrumentos musicais, gabinetes de curiosidades, Vanitas e obras em trompe-l’oeil. A diversidade do tratamento artístico destes temas nos vários países será demonstrada através do confronto de obras como, por exemplo, as naturezas mortas das pintoras Louise Moillon e Fede Galizia, ou as cenas de cozinha de Jean Siméon Chardin e Luis Meléndez. A colectânea reunida propõe-se examinar o amplo significado cultural e social da pintura de objectos e de alimentos. Os diversos sentidos da natureza-morta serão tratados em profundidade: imagens conciliadoras de satisfação material podem conter igualmente mensagens morais sobre os conceitos de abundância e consumo, mas também uma chamada de atenção para a transitoriedade da vida, sobretudo evidente nos exemplos presentes da secular tradição da Vanitas, tanto nos países católicos como nos protestantes.
Integram a exposição obras de nomes fundamentais que cultivaram este género, como Juan Sanchéz Cotán, Juan van der Hamen, Pieter Claesz, Juan Zurbarán, Rembrandt van Rijn, Antonio de Pereda, Nicolas Largillièrre, Jean Baptiste Oudry e Francisco de Goya. As obras provêm de várias colecções privadas e de museus como a National Gallery of Art de Washington, o Metropolitan Museum de Nova Iorque, o Museu do Louvre, o Museu do Prado, o Rijksmuseum de Amesterdão, o Mauritshuis de Haia, a National Gallery de Londres, o Fitzwilliam Museum de Cambridge, entre tantos outros. O comissariado científico da exposição está a cargo de Peter Cherry, conceituado especialista em natureza morta espanhola e italiana e responsável pelo Departamento de História de Arte e Arquitectura do Trinity College de Dublin. A mostra conta ainda com os contributos de John Loughman (pintura holandesa, flamenga e alemã), de Lesley Stevenson (pintura francesa), e de Neil Cox (natureza-morta no século XX).
Fonte: Fundação Calouste Gulbenkian

 

A Perspectiva das Coisas. A Natureza-morta na Europa, de 12/02 a 02/05/2010 (das 10h00 às 18h00 / terça a domingo) - Galeria de Exposições Temporárias da Sede, F. C. Gulbenkian.


publicado por Carlos Palmeiro às 17:50 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Domingo, 18.10.09

Exposição temporária Darwin 150, 200

«Darwin foi um dos mais importantes e influentes cientistas de todos os tempos. A ele se deve a formulação de uma teoria de evolução que permite explicar a diversidade da vida na Terra nos últimos 3 mil milhões de anos.
O que conhecemos hoje sobre a biologia dos seres vivos só é compreensível com base no princípio da evolução. Além disso, uma das consequências principais das teorias de Darwin é a recolocação do Homem no seio da Natureza, ao estabelecer que a nossa espécie também evoluiu, como as outras, de antepassados que viveram muito tempo antes.
Em 2009, comemoram-se duzentos anos sobre o seu nascimento e 150 anos sobre a publicação da sua obra mais importante e influente A origem das espécies.
O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra assinala o contributo fundamental deste naturalista, cujo pensamento mudou completamente a nossa visão do mundo e da nossa posição na natureza.
As comemorações envolvem um conjunto diversificado de iniciativas, que incluem a realização desta exposição temporária que procura trazer junto dos visitantes as ideias avançadas por Darwin e os conhecimentos que elas permitiram adquirir, até hoje, e apresentar algumas das suas implicações sobre o futuro, em particular sobre o futuro da nossa espécie».
Mais informações sobre a exposição, que decorre até 31 de Dezembro, aqui. Veja aqui uma reportagem sobre a exposição no YouTube.

tópicos / topics: , , ,

publicado por Carlos Palmeiro às 13:43 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Segunda-feira, 07.09.09

“Fechada pelos nazis nos anos 30, a escola alemã Bauhaus durou apenas 14 anos, mas passou por três cidades e três directores. Ficou para sempre como sinónimo de um estilo de design único, mas só agora, 20 anos depois da queda do Muro de Berlim, foi possível fazer a grande retrospectiva. Até 4 de Outubro, no museu Martin-Gropius Bau em Berlim.”

Consulte informação detalhada sobre a exposição aqui.
Descarregue aqui o flyer da exposição.
Leia a notícia “ípsilon” sobre a exposição aqui.


publicado por Carlos Palmeiro às 23:30 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

«O Museu da Marioneta apresenta a exposição “NADAGAMA – Máscaras e Marionetas do Sri Lanka”, com espólio do coleccionador Francisco Capelo. Nesta exposição é dada a conhecer uma das mais curiosas e desconhecidas formas de teatro de máscaras e marionetas deste país, resultante da mistura de crenças religiosas nativas com seus deuses, espíritos e demónios, com as diversidades, crenças e práticas do Hinduísmo e do Budismo. O resultado é uma mistura efectiva entre os mundos sobrenatural e terreno que é revelada de forma clara nesta mostra de representações humanas, animais e demoníacas.»

Informações adicionais sobre a exposição aqui.

tópicos / topics: ,

publicado por Carlos Palmeiro às 08:03 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Domingo, 06.09.09

Encompassing the Globe. Portugal e o Mundo nos séculos XVI e XVII

“A little-known fact: A version of the Internet was invented in Portugal 500 years ago by a bunch of sailors with names like Pedro, Vasco and Bartolomeu. The technology was crude. Links were unstable. Response time was glacial. (A message sent on their network might take a year to land.)” Washington, 22 de Junho de 2007
Nestas primeiras palavras de um artigo publicado no periódico norte-americano New York Times sobre a exposição Encompassing the globe. Portugal and the World in the 16th and 17th centuries – um eloquente testemunho da presença cultural portuguesa em África, na Ásia e nas Américas, e destas na arte portuguesa – lê-se a importância magna de Portugal, nos séculos XVI e XVII, na criação de redes de comunicação em tempo real, o estabelecimento de mercados internacionais e o intercâmbio cultural, artístico, científico e linguístico que permitiram à Europa, através de Portugal, influenciar e ser influenciada por culturas transcontinentais.
Portugal constituiu-se, pois, em epicentro de novas estruturas económicas, políticas e culturais em todo o mundo, que configuraram o pensamento europeu com efeitos definitivos para a comunicação global. Um milhão de falantes do português no século XV “globalizou-se”, assim, em duzentos milhões, na actualidade.
A exposição Encompassing the Globe. Portugal in the 16th and 17th centuries foi produzida pela Smithsonian Institution, através da A. M. Sackler and Freer Gallery, Washington DC, onde esteve patente entre Junho e Setembro de 2007; e realizou-se depois uma segunda edição no coração da Europa, no Palais des Beaux Arts, em Bruxelas, entre Outubro de 2007 e Fevereiro de 2008, com o título Autour du Monde. Portugal dans le Monde aux XVI e XVII siècles
Um total de cerca 200 obras – Cartografia, Marfins, Imaginária, Desenho, Gravura, Escultura, Pintura, Plumária e Ourivesaria – encontram-se reunidas em Lisboa provenientes de prestigiadas colecções públicas e privadas. Para além das peças oriundas de colecções particulares, destacam-se, entre muitas outras, as cedências de obras pelo Staatliches Museum für Völkerkunde, Munique, o Staatliche Kunstsammlungen, Dresden, o Kunsthistoriches Museum e o Albertina Museum, Viena, o Musée Royal de l’Afrique Centrale, Bruxelas, o Museu do Louvre, Paris, o Nationalmuseet da Dinamarca, o Património Nacional de Espanha, o Museum Boijmans van Beuningen, Roterdão, a British Library, o Victoria and Albert Museum e o British Museum, Londres, Biblioteca Nazionale Centrale, Florença, Biblioteca Casanatense, de Roma, o Museu do Hermitage, S. Petersburgo, os Museus do Kremlin, Moscovo, o Museu de Arte Sacra de S. Paulo, Brasil, e muitos outros museus e colecções particulares nacionais.
Portugal, através do Museu Nacional de Arte Antiga, apresenta a todos os visitantes, nacionais e internacionais, o melhor da produção cultural, o que demonstra o seu papel como produtor e produto de boas práticas de comunicação global, sua matricial vocação identitária, através dos registos históricos de natureza científica, artística, cultural e comercial (consulte o sítio da exposição).
Fonte: Museu Nacional de Arte Antiga - Instituto dos Museus e da Conservação

Milagre de S. Francisco Xavier (Museu de Sao Roque©ETG 2009_02 / Andre Reinoso / Portugal, 1619-22 / Óleo sobre tela) - Fonte: Museu Nacional de Arte Antiga, Instituto dos Museus e da Conservação

 



publicado por Carlos Palmeiro às 22:00 | ligação ao artigo / link to the article | comentar / comment | partilhar / share

Naturgift, by the nature… ecoturismo, turismo de natureza e turismo de aventura (Naturgift Agência de Animação Turística, brevemente em www.naturgift.pt / www.naturgift.com):

artigos recentes / recents articles

Exposição: Tauromaquia de...

Exposição de Fotografia: ...

Exposição: Mystic Diver, ...

Exposição: Lisboa tem his...

Exposição urbana: Carris ...

Exposição: Presidentes de...

Exposição: Pintura de Nat...

Exposição: Darwin 150, 20...

Exposição: Bauhaus. Um Mo...

Exposição: Nadagama – Más...

Exposição: Encompassing t...

tópicos / topics

açores(4)

aeroporto(3)

áfrica(4)

alentejo(24)

algarve(9)

alpinismo(4)

ambiente(11)

arquitectura(3)

arte(7)

artes plásticas(3)

aventura(6)

aves(3)

aviação(8)

biodiversidade(6)

birdwatching(3)

btt(7)

ciência(5)

cinema(10)

clima(7)

comboio(3)

concurso(3)

conferência(20)

congresso(6)

cop-15(3)

copenhaga(3)

corrida(3)

coruche(18)

crónica de viagem(5)

cultura(3)

desenvolvimento local(5)

desenvolvimento sustentável(6)

design(3)

documentário(3)

douro(3)

economia(6)

ecoturismo(3)

educação(5)

empreendedorismo(4)

ensino(3)

ensino superior(4)

estocolmo(3)

europa(8)

evento(58)

eventos(3)

évora(6)

expedições(3)

exposição(11)

feira(4)

feiras(5)

ferramentas(4)

festivais(7)

festival(8)

finlândia(3)

floresta(4)

formação(5)

fotografia(14)

futuro(5)

gastronomia(24)

guias(3)

helsínquia(3)

hotelaria(5)

informação(59)

inovação(3)

investigação(3)

istambul(3)

jazz(4)

joão garcia(3)

lisboa(27)

madeira(5)

marketing(4)

marrocos(4)

mundo(9)

museu(5)

música(8)

natureza(5)

nomad(4)

notícia(4)

omt(4)

opinião(4)

património(14)

planeta(4)

porto(4)

portugal(24)

projecto(6)

proposta(7)

quercus(4)

ryanair(4)

seminário(7)

solidariedade(4)

sustentabilidade(11)

teatro(4)

turismo(43)

turismo de portugal(6)

turismo social(5)

turismo sustentável(4)

universidade(5)

viagens(26)

viajante(4)

viajantes(6)

vídeo(20)

todas as tags

arquivo / file

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

comentários recentes / recent comments
Legal, já chegaram à metade do caminho em 3 meses
Infelizmente todos os rios de Portugal se estão...
Fantastico, Adorei
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
Já conhece as 12 Aldeias Históricas de Portugal? N...
Que poster mais feio!
Olá Paula... obrigado... espero que continues a vi...
Sim, parece-me muito útil, considerando a lógica a...
Isso é útil!
Viva colega universitário.Quero desde já, dar os p...

Destaques / Highlights

Dossier BTT / MTB dossier

Canais Web 2.0 / Channel Web 2.0

ligações / links